Nova variante do coronavírus preocupa o mundo e leva a Inglaterra a um novo lockdown

Autoridades de saúde no Reino Unido informaram que há uma nova variante do novo coronavírus que se tornou a forma mais comum do vírus em algumas partes da Inglaterra em questão de meses. De acordo com o governo britânico, há motivos para acreditar que essa mutação seja bem mais transmissível que outras variantes, acredita-se que seria 70% mais transmissível.

   Boris Johnson (Foto Reuters)

Especialistas junto ao governo britânico afirmam que se sabe pouco sobre esta no forma do coronavírus, que ainda se encontra no início e, por isso, há um sem-número de dúvidas por parte dos profissionais da área. Estudiosos do assunto procuram entender se essas mutações, que ocorrem o tempo todo, também mudam os aspectos da doença. Entender essas transformações é fundamental, inclusive, para saber a eficácia da vacina no tocante às mutações do vírus.

A descoberta acendeu a luz de alerta do governo inglês que voltou a criar novas restrições no país. A atitude do político foi considerada sensata por professores que estudam o caso.

 “Experimentos de laboratório são necessários, mas você quer esperar semanas ou meses para ver os resultados e tomar medidas para limitar a propagação? Provavelmente não nessas circunstâncias”, 

diz Nick Loman, professor do Instituto de Microbiologia e Infecção da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, que defende as restrições para tentar conter essa versão do vírus.