Fiat Uno Turbo vai parar nos Estados Unidos e é leiloado por R$ 94.000

JORNAL DO GUMA

Da Quatro Rodas


© Bring a Trailer/Reprodução Fiat Uno Turbo

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 12,90

Ele chegou até lá em estado de conservação surpreendentemente bom e foi arrematado em leilão pela bagatela US$ 16.800 – ou quase R$ 94.000 ao câmbio atual.

Vermelho com detalhes em preto, com rodas Speedline de 13 polegadas com tampas centrais da Abarth e pneus Toyo, o Uno Turbo i.e. 1988 foi originalmente comprado em Portugal, há 33 anos. Hoje, o hodômetro marca cerca de 202.000 quilômetros. A história é tão nebulosa quando a do Fiat Palio Fire que foi parar na Alemanha.

Não se sabe como e o motivo, mas o esportivo fabricado na Itália foi enviado aos Estados Unidos, para o estado do Texas, em 2020. Após mais de 9.600 visualizações e 29 ofertas no site leiloeiro Bring a Trailer, ele foi arrematado na segunda metade do último mês de outubro.

Além do carro, que passou por uma revisão completa ainda em Portugal, o comprador levará para casa diversas peças sobressalentes, como quadro de instrumentos, encosto de cabeça, turbocompressor, grade e coletor de admissão. Um alento ao colecionador, já que dificilmente ele encontrará peças como essas nos EUA.

"O carro teria sido submetido a uma renovação mecânica em Portugal, enquanto o trabalho realizado pelo concessionário incluía a substituição de fluidos, filtros e bateria. Diz-se que um ajuste foi feito antes de o veículo ser importado para os EUA, em 2020", afirma o site Bring a Trailer. 

Impecável

O Uno Turbo com cidadania americana preserva o conjunto mecânico original, formado por um motor 1.4 turbo de 105 cv de potência e câmbio manual de cinco marchas.

Além da pintura e das rodas já citadas, o compacto esportivo tem ainda vários outros predicados que indicam seu estado de conservação. Por fora, mantém a característica tampa traseira com aerofólio embutido e limpador, peças bem alinhadas, teto solar, moldura nos para-lamas, faróis de neblina, lanternas originais e uma saída de escape polida.

Entre os faróis, o Uno de frente alta tem grade na cor do veículo e o emblema turbo no canto inferior. Diferentemente do Brasil, onde o Uno Turbo foi vendido apenas com a frente baixa (com faróis e grade mais estreitos), o modelo europeu mais antigo, como o leiloado, tem para-choques pretos e a tampa traseira na cor da carroceria.

O interior tem bancos de tecido cinza com a porção central estampada, de aspecto esportivo, encostos de cabeça vazados, além de quadro de instrumentos e console central pretos. Tapetes e cintos de segurança são vermelhos, e o sistema de som é um Sony com CD. A unidade tem, ainda, vidros elétricos e ar quente já que, pelo frio da Europa, ar-condicionado não era prioridade na época.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.